STF

Policiais Federais defendem prisão após condenação em segunda instância

Policiais Federais defendem prisão após condenação em segunda instância

A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) enviou ofício à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, em que afirma que os policiais federais anseiam pela prisão após condenação em segunda instância do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, marcada para ser votada na tarde desta quarta-feira (04). Os policiais federais foram peça-chave nas investigações da conhecida Operação Lava Jato, deflagrada em 2014, que já investigou mais de 100 pessoas. De acordo com o ofício, a Federação, que representa 14 mil policiais federais Continue lendo